Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quinta-feira, 17 de Abril de 2014

A pessoa certa no lugar certo

O meu pai chegou ontem de viagem.
Descarregou as malas e todo o resto da bagagem, como costume, e com a ajuda dos netos, levaram tudo para casa.
Ao fim de algum tempo, ele precisou de ir buscar algo à carteira ... mas a carteira tinha desaparecido!
O meu pai procurou nos locais onde poderia estar, foi ao carro outra vez. Eu, a minha mãe e a minha filha voltámos à rua, para procurar melhor, não fosse a carteira ter caído entre algum dos carros estacionados, mas nada.
Naquele momento de alguma ansiedade, pois o meu pai tinha na carteira tudo quanto é cartão, desde o de cidadão, aos cartões de débito e crédito, passando pelos cartões de seguro, carta de condução, enviei uma oração a Deus para que Ele pudesse conduzir aquela situação da melhor forma.
Ao constatarmos que a carteira tinha mesmo desaparecido, o meu pai começa a fazer as chamadas telefónicas para o banco, para os alertar da situação.
De repente, o telefone toca e era a Lúcia, funcionária do meu pai a ligar porque um senhor tinha ido ao escritório entregar algo que devia pertencer ao meu pai: uma carteira que ele tinha encontrado no chão!
O dito senhor pegou na carteira e quando a abriu, viu que tinha muitos cartões, mas reconheceu uma foto do meu pai e pela foto, reconheceu o meu pai e soube que era alguém da empresa. E porque ainda existem pessoas que são íntegras, foi devolvê-la.
Não existem palavras de gratidão para situações assim, quando vemos a mão de Deus agir e colocar as pessoas certas nos lugares certos.
Tantas e tantas vezes isso nos sucede. Umas vezes damos por elas, outras não. Umas vezes Deus livra, outras não. Mas podemos ter a certeza de que Deus cuida, faz aquilo que é melhor para nós e está sempre à distância de um clamor, de uma oração, de um grito. 


quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Oferta de Amor


Parar

À conta do meu estado de saúde, não tenho escrito aqui com a assiduidade que procuro fazer.
A verdade, é que mesmo quando estou de boa saúde, nem sempre escrevo.
Não porque não tenha coisas para partilhar, mas porque as palavras me faltam tantas vezes, por não conseguir expressar o que sinto.
Ainda hoje pensava em como gostava de poder passar em palavras tudo aquilo que o meu coração experimenta e vive dia após dia.
Mas ter ficado duas semanas doente e uma semana em casa, ajudou muito a aquietar-me mais.
Acho que de algum modo, até me soube bem, tirando o facto de estar mesmo fraca e débil.

No frenesim que esta forma de viver hoje quase nos obriga, perdemos muito a capacidade de parar, de nos aquietar, de observar as coisas simples e belas que nos rodeiam, ao andarmos sempre tão ocupados e a correr freneticamente, procurando encher as nossas horas com coisas que na maioria das vezes, não nos servirão para nada.

A beleza de uma gota de orvalho numa folha, ou o nascer do sol, ou uma ave a alimentar a sua cria, ou o calor da mão de uma criança, ou a alegria de rir com os amigos, ou o chegar a casa depois de um dia complicado,  e por aí fora.  A lista é interminável, e no entanto, tantos desses belos momentos nos passam ao lado, simplesmente porque não nos aquietamos, porque andamos demasiado preocupados.

Perdemos o Hoje, os bons momentos do tempo presente, assim como a presença daqueles que temos do nosso lado, porque pensamos demasiado no passado ou naqueles que já não estão do nosso lado.

Lembrei-me das palavras de Jesus, quando Ele disse que veio para nos dar Vida. 
E essa vida não é somente a Vida que viveremos na Eternidade. Essa vida abundante começa aqui e agora!
Ela está aí para ser vivida, saboreada, desfrutada.
Nas coisas simples e belas que nos rodeiam.
No amor e dedicação aos outros.
Em saber parar e escutar o silêncio.
Em procurar ser e não ter.
Perdemos tanto tempo com coisas que não perdurarão, quando as melhores coisas da vida não têm preço, não se compram.

Por vezes, é mesmo necessário algo, que nos obrigue a parar e a aquietar.
Mas o ideal, é buscar esses momentos, sem nada que nos obrigue a tal.
Eles estão aí, mesmo ao nosso lado.
É só parar e aproveitar! 

quarta-feira, 26 de Março de 2014

A vida, um belo paradoxo!

Um texto belíssimo escrito pelo Ricardo Gondim, que não resisti a partilhar:
"Qualquer pessoa pode encontrar bons motivos para desistir da vida e pode ter óptimos motivos para viver.
Depois que corri 15 quilometros nas ruas da minha cidade, ouvi duas falas de Martin Luther King no Youtube e na Sala São Paulo, me deslumbrei com a orquestra da OSESP executando Wagner, Mozart e Brahms, decidi: viver é bom.
Se a Bíblia afirma que o coração de mulheres e homens é mau, ela também elogia a nobreza humana.
Se a cosmologia judaica concebe o mundo imerso em perversidade, também o vê como o lugar onde Deus escolheu encarnar.
Se homens e mulheres jazem no maligno, Deus fez morada neles e afirmou: é chegado o reino do bem.
No cântico semita, o poeta indagou: Quem é o homem – a mulher – para que te importes com ele?A pergunta reverbera há milênios: Por que Deus se incomodaria comigo?
O mal que produzimos ainda não excedeu a beleza que criamos.
O submundo da pornografia não consegue ser mais belo que a poesia de amor do Vinicius.
A estupidez de Guernica foi diluída pela aragem da história, contudo, permanece a tela de Picasso.
O ódio de alguém xingando não suplanta a ternura de alguém beijando uma criança.
Uma legião de demônios não extingue os resquícios da imagem de Deus em mulheres e homens.
Deus nunca desistiu da humanidade.
Na parábola de Jesus, Deus pode ser comparado ao mercador de pérolas. Ele trata cada pessoa como uma pérola de grande preço.
O Nazareno viu beleza em leprosos.
Honrou a dignidade dos estrangeiros.
Valorizou a espiritualidade dos diferentes.
Imaginou um futuro promissor para prostitutas.
Elogiou a inocência das crianças.
Jesus percebeu que o lado bom das pessoas supera, infinitamente, o lado pior delas.
Ele nos chama de amigos.
Trata como herdeiros.
E nos considera co-operadores na construção da história."
Soli Deo Gloria

Quando as palavras não são o bastante

... mas o coração explode por não conseguir conter a Sua presença!

   


Não tenho palavras para agradecer a Tua bondade 
Dia após dia me cercas com fidelidade 
Nunca me deixes esquecer que tudo o que tenho 
Tudo o que sou, o que vier a ser 
Vem de Ti Senhor 

Dependo de Ti, preciso de Ti 
Sozinho, nada posso fazer. 
Descanso em Ti, espero em Ti 
Sozinho, nada posso fazer. 

Tudo o que tenho, tudo o que sou 
O que vier a ser vem de Ti Senhor. 

terça-feira, 25 de Março de 2014

Corpo e coração quentinhos

Saio do escritório para ir almoçar e ao chegar à rua, deparo-me com um frio daqueles que entra pelos ossos.
Enrosco o casaco que trazia vestido, para ver se me aquecia um pouco mais.
Durante o trajecto só pensava em comer algo quentinho ... algo que me aquecesse o corpo e a alma.
Ao chegar a casa, o que é que a minha mãe tem preparado?
Uma belíssima sopa de feijão com couve lombarda e enchidos do Alentejo e toucinho!!
Há lá frio que consiga resistir a uma coisa assim?
Agora, até já sinto um calorzinho nas minhas bochechas!
Bela sopa de feijão!
Quem tem uma mãe assim, tem tudo ...  e eu tenho a triplicar!




É impossível ...



... eu não crer em Ti!

quinta-feira, 20 de Março de 2014

Por aqui ...

Foto captada por mim

 ... chega a Primavera, a minha estação preferida.
Ela é linda em qualquer lugar do planeta, seja num campo florido ou simplesmente num canteiro.
Porque ela representa a esperança da vida eterna, da ressurreição, da renovação!
Um simples lembrete do Criador, para não nos esquecermos que Ele tem coisas maravilhosas e tremendas à nossa espera!

segunda-feira, 17 de Março de 2014

E depois ...



... há os amigos que nos ajudam a ficar mais próximos de Deus.
A Sara é uma amiga assim.
Deus nos aproximou e juntou.
E nós duas ajudamos uma à outra a ficar mais perto Dele e a conhecê-Lo melhor.
Tão bom estas amizades que já nos dão um vislumbre da eternidade e do maravilhoso banquete que nos aguarda!





O amigo ama sempre e com ele não há tempo ruim; 
mesmo quando há problemas, ele é sempre um ombro amigo.
Provérbios 17:17 - Versão A Mensagem

sexta-feira, 14 de Março de 2014

Coração sem palavras


 
Continuo a gostar de registar em cadernos, as palavras, ensinos, meditações que são produzidas no meu tempo devocional.
Por vezes, alguns deles saltam do caderno para este blogue ou outro ali do lado.
Apesar de gostar de escrever, nem sempre encontro as palavras certas que gostaria de expressar.
Elas faltam-me e limitam-me.
Conforta-me no entanto saber que o Espírito de Deus que habita em mim, é o tradutor certo para aquilo que não sei como dizer.
De uma forma que a minha mente humana não entende, Ele traduz numa linguagem perceptível e leva até Deus Pai o que nasce dentro do meu coração sem palavras.
E esse registo, só Deus conhece! 
Ele sabe!

Na oração é melhor ter um coração sem palavras do que palavras sem coração.
 John Bunyan

terça-feira, 11 de Março de 2014

Heaven is my home!



Desde muito jovem, criança mesmo, que tenho esta sensação de não pertencer a este mundo.
Talvez por essa razão, sempre busquei olhar para os céus, como que buscando uma resposta para isso.
Hoje logo cedo, no amanhecer, o sol ainda estava longe de surgir, mas algo muito brilhante captou a minha atenção: era Vénus!
Tão brilhante e linda, que não resisti tentar tirar uma foto, que apesar de tudo, não conseguiu captar a beleza daquele momento.
Peço sempre a Deus que me ajude a não perder o meu olhar: olhar para as coisas com olhos bons e ver sempre a beleza de tudo o que Ele criou, que é belo e bom.
E hoje sei porque sempre tive essa sensação: é porque o meu lar não é aqui, e sim, no Céu!





sexta-feira, 7 de Março de 2014

Para que serve a Primavera ...


... senão para nos dar um lembrete d'Aquele que tem o poder de trazer à vida,  aquilo que estava morto?


Deus escreveu a promessa da ressurreição não apenas em livros, 
mas em cada folha da Primavera. 
Martinho Lutero

quarta-feira, 5 de Março de 2014

Aslan

"- Por favor, Cordeiro - perguntou Lucy - este é o caminho para o país de Aslan?
- Para vocês não - respondeu o Cordeiro . Para vocês, o caminho de Aslan está no seu próprio mundo.
- No nosso mundo também há uma entrada para o País de Aslan ? - perguntou Edmundo.
- Em todos os mundos há um só caminho para o meu país - falou o cordeiro.
E, enquanto falava, a sua brancura de Neve transformou-se em ouro quente, modificando-se também a sua forma.
E ali estava o próprio Aslan, erguendo-se acima deles e irradiando a luz da sua juba.
- Aslan!! - exclamou Lúcia
- Ensina-nos como poderemos entrar no teu país partindo do nosso mundo.
- Irei ensinando pouco a pouco. Não direi se é longe ou perto. Só direi que fica do lado de lá de um Rio. Mas nada temam, pois eu sou O GRANDE CONSTRUTOR DA PONTE."

As Crónicas de Nárnia de C.S.Lewis


sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Sismo de 28 de Fevereiro de 1969

Faz hoje 45 anos, acordei no meu quarto com a minha cama a andar de um lado para o outro.
Achei muito divertido aquilo.  Tinha quase 4 anos e não fazia ideia de que estava a ocorrer um violento sismo naquele preciso momento.
O meu pai foi-me buscar ao quarto e enquanto caminhava de volta para o quarto dos meus pais, ele fazia uma autêntica dança no hall de entrada, pois era sacudido violentamente de um lado para o outro. 
Morávamos num 7º. ou 8º. andar e o prédio balouçava como se fosse gelatina.
Os meus pais ainda pensaram em sair de casa para irmos para a rua. Mas as pessoas gritavam nos elevadores, presas neles.
E o meu pai acabou por dizer: Se tivermos de morrer, que morramos juntos!
E ficámos ali, deitamos todos juntos na cama, a aguardar o que viria a seguir.
Nunca mais esqueci esse dia. O uivo e o ronco que vinham do sismo eram assustadores, assim como ouvir o grito das pessoas, mas em momento algum senti  medo.
No dia seguinte, a destruição estava bem à nossa vista: casas mais antigas caídas, carros enfiados em rachas nas estradas e o rosto das pessoas em pânico.
No meio disso tudo, a calma e a serenidade do meu pai, foram uma mais valia para me sentir segura.
Não me esquecerei!


quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2014

A resposta és Tu!

Eu sei agora, Senhor, porque Tu não dás uma resposta. 
Tu ÉS a resposta. Diante da Tua face as perguntas desaparecem.
C. S. Lewis

Ao ler esta citação de C.S.Lewis, lembrei-me da oração que expressei no início de 2014:


Deus Eterno, que neste recomeçar de um novo ano, a minha alma se dilate pelo anseio de Te buscar e conhecer e que nessa busca, encontre plena e total satisfação.
Que Te busque por Ti, e não somente pelos benefícios de Ti.
Cada novo dia, seja esperado com expectativa de Te ouvir e buscar a Tua presença.
Assim oro e peço por mim e por quem te desejar conhecer.
Em nome de Jesus!

Elas já voltaram ...




quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014

Eu ponho a chaleira ao lume!

"Em todo o tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão."
Provérbios 17:17

Amigas: umas vezes, elas nascem no meio da alegria partilhada, em momentos de intensa felicidade. 
Outras, vão-se instalando devagarinho, entrando na nossa vida e ocupando um lugar cada vez mais importante, quase como se não se quisessem impor.
E outras ainda, surgem naqueles momentos de dor, de tristeza, quando necessitamos de um ombro, de colo e às vezes, só de silêncio, de quem nos ouça.
Há aquelas que passam pela nossa vida como uma estrela cadente, como um relâmpago, mas que deixam a sua marca, o seu aroma em nós.
Outras, ganham raízes profundas e estão à distância de uma chamada, de um apelo. Estão sempre ali!
Sejam elas quais forem, todas têm tido a sua importância na minha vida. Seria muito mais  difícil a vida, sem as minhas amigas.

Uma das frases que tenho como preferidas, sobre a amizade, de um livro oferecido por uma amiga querida, é a seguinte:
Uma amiga é a única pessoa que gostamos que bata à nossa porta quando tudo está um desalinho, estamos a fungar ou numa fúria. Podemos dizer: "Por amor de Deus não entres!" - Mas esperamos que ela diga: "Que disparate! Volta para a cama. Eu ponho a chaleira ao lume!"
Pam Brown
Por cada uma delas, eu agradeço a Deus!

segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2014

Novos Céus e Nova Terra


Imagens da Aplicação Bible For Kids da Youversion

Na classe da Escola Dominical, falamos da visão que Jesus deu a João, sobre os novos Céus e a nova Terra.
Pergunta das crianças:
- Isso vai ser mesmo assim: não choramos mais, não se morre mais, nunca mais?
- Claro! Deus não mente e se Ele diz que vai fazer tudo novo, é porque vai!
- Uau! Que fixe!!!

Sem dúvida que o Reino dos Céus é para aqueles que têm o coração como o das crianças. 
Elas são a prova de que Deus plantou o desejo de eternidade dentro do coração do ser humano e que só saciamos esse desejo, na Sua presença - para sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails